Blumenau Riesen enfrenta dificuldades para se manter

Sem apoio para o futebol americano no estado, os jogadores ajudam a bancar o time.
Guilherme Furtado, de Blumenau

Blumenau Riesen treina forte para manter o preparo físico

O futebol americano é um esporte pouco praticado no Brasil. Em Santa Catarina, apenas 8 times possuem o mínimo de equipamentos necessário para se disputar a Liga Catarinense. A cidade de Blumenau é representada pelo Riesen. Fundado em 2007 o time vem crescendo, e hoje tem em seu elenco 43 jogadores, com cerca de 60% deles equipados, número considerado razoável.

Em Santa Catarina o futebol da bola oval é completamente amador, e não há apoio para nenhum dos times do estado. Por isso os jogadores têm uma outra profissão, além de jogar futebol americano, atividade que necessita de dedicação intensa, principalmente pela exigência física e grande complexidade tática das jogadas. Fernando Reinert, jogador recém admitido no Blumenau Riesen, conta que vários jogadores desistiram, pelo custo, pela falta de tempo, ou porque não aguentaram o esforço necessário. Em agosto foi feita uma seletiva com 40 participantes, apenas 11 ingressaram no time.

No Blumenau Riesen, além de bancar o equipamento, os jogadores pagam uma mensalidade de 30 reais, a taxa ajuda a comprar uniforme e manter o caixa do time. A equipe treina duas vezes por semana, os jogadores que faltam aos treinos sem justificativa são cobrados pelo resto do elenco.  Bruno Miguel dos Santos, preparador físico, técnico da categoria de base e atleta do time blumenauense, afirma que todos os integrantes  da equipe amam o que fazem, e que o Riesen é a sua segunda família.

Neste ano, o Blumenau Riesen jogou 8 partidas pela Liga Catarinense. Com cerca de 200 pessoas por jogo em casa, a entrada é franca. O time planeja disputar mais dois amistosos até o final de 2010. No Brasil existem duas competições nacionais, a Liga Brasileira e o Torneio Touchdown, mas os blumenauenses não disputam nenhum dos dois campeonatos por falta de verba. O time planeja fazer um pedágio para arrecadar dinheiro, e divulgar a imagem da equipe, dando um broche do Blumenau Riesen para os colaboradores.

Saiba mais com a entrevista de Bruno Miguel  dos Santos abaixo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Futebol Americano e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s